Vacinas

Vacinas

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V X Y W Z
Papiloma Vírus Humano (HPV)

O HPV, Papiloma Vírus Humano, é a infecção sexualmente transmissível (IST) mais comum. Existem mais de 40 tipos que infectam a região genital masculina e feminina e alguns destes podem infectar a boca e a garganta. A transmissão do HPV ocorre através de relação sexual ou através de contato entre os genitais, mesmo que o parceiro infectado não apresente sinais ou sintomas e a infecção pode ocorrer anos após a exposição.

A gestante portadora de HPV pode transmitir para o bebê durante o trabalho de parto. A condição mais frequentemente associada ao HPV são as verrugas genitais, também conhecidas como condiloma, em homens e mulheres. A garganta também pode ser acometida a depender da pratica sexual.

Alguns tipos de HPV podem causar câncer, como o cervical (colo do útero) e menos frequentemente outros como vulva, vagina, pênis, ânus e orofaringe.

Vacina

Existem duas vacinas para HPV licenciadas no Brasil, a quadrivalente e a bivalente, sendo preferencial a quadrivalente por sua maior cobertura

A vacina para HPV quadrivalente é licenciada para meninas e mulheres de 9 a 45 anos de idade e meninos e homens de 9 a 26 anos; e a bivalente licenciada para ambos os sexos a partir dos 9 anos. O esquema atual recomenda duas doses antes dos 15 anos, com intervalo de 6 meses entre as doses. Após essa idade, devem ser aplicadas 3 doses (0-1-6 meses)

 Ambas protegem para câncer de colo de útero.

Pentavalente
Todas as nossas de Laboratórios e Vacinas

Combinação de vacinas DPT + HEPATITE B + HAMOPHYLUS

Pneumococo
Todas as nossas de Laboratórios e Vacinas

É uma bactéria causadora de algumas doenças como Meningite, Pneumonia e Otite, cujo nome científico é Streptococcus pneumoniae. As manifestações clínicas dependem da doença apresentada, os casos mais graves ocorrem em crianças menores de um ano de idade, maiores de 60 anos e pessoas com doenças crônicas ou com imunodeficiências, incluindo a ausência de baço. A bactéria pode ser transmitida por contato com secreções respiratórias de portadores doentes. A Meningite é a doença mais temida causada pelo Pneumococo, pois tem mortalidade elevada e pode deixar sequelas .

Vacina

Existem duas vacinas conjugadas de Pneumococo, que apresentam variedade do número de sorotipos que contêm. A vacina 10 Valente composta por dez sorotipos, e vacina 13 valente, com cobertura para mais 3 sorotipos do pneumococo. A vacina 10v deve ser iniciada no 2º, 4º mês de vida com esquema de reforço da 13 valente aos 12 meses. A SBIM mantem a orientação de iniciar as doses com a 13 valente aos 2,4 e 6 meses, com reforço aos 15 meses

Está disponível também a vacina 23 Valente que é polissacarídica e não deve ser utilizada antes dos dois anos de idade.

Esta vacina é utilizada após a imunização com a vacina conjugada em pessoas com imunodeficiência, portadores de doenças crônicas e maiores de 60 anos. As vacinas estão contra-indicadas para pessoas que tiveram reação alérgica grave a uma dose anterior ou a algum dos seus componentes.

As reações adversas mais frequentes das vacinas pneumocócicas são dor, vermelhidão e edema local, podendo ocorrer febre.

Poliomielite (Paralisia Infantil)
Todas as nossas de Laboratórios e Vacinas

Doença causada pelo poliovírus, mais frequente em crianças. A maioria dos casos é assintomática mas pode ocorrer a paralisia flácida, forma mais grave da doença, que ocorre em pequeno percentual de casos

 Como é uma vacina de vírus atenuado, existe a possibilidade, embora rara, de acontecer paralisia pós-vacinal. Apesar da erradicação da doença nas Américas, ainda existem casos em outros países, o que faz com que continue a existir o risco de introdução do vírus no território nacional, motivo pelo qual a vacinação continua sendo indicada.

Vacina

Existem duas vacinas de poliovírus disponíveis: a vacina aplicada por via oral (VOP ou Sabin) constituída de vírus vivo atenuado e a vacina aplicada por via intramuscular (VIP ou Salk) que tem vírus inativados na sua composição. O esquema de vacinação deve ser iniciado com a vacina inativada (VIP ou Salk) e somente após 2 doses dessa vacina a criança deve utilizar vacina atenuada (VOP ou Sabin). Dessa forma o risco de desenvolver paralisia pós-vacinal é bastante reduzido. Em relação à participação das crianças em campanhas nos Dias Nacionais de Vacinação, converse com o pediatra, pois essa orientação pode variar na dependência da convivência da criança com pessoas que apresentam doenças imunossupressoras e dos esquemas prévios de vacinação.

Siga o Labchecap nas redes sociais
Deseja marcar seus exames e/ou vacinas?
Clique no botão ao lado.
Certificações e Acreditações
Controllab
Controllab
PNCQ
PNCQ
PALC
PALC
Sistema Nacional de Acreditação DICQ
Sistema Nacional de Acreditação DICQ
ISO 9001
ISO 9001
Call center
Salvador e região metropolitana: 71 3345.8200
Segunda à sexta 6:30h às 19h.
Sábado 6:30h às 14h
Feira de Santana e Alagoinhas 4020.8880
Segunda à sexta 6:30h às 19h.
Sábado 6:30h às 14h
Call center domiciliar: 71 3345.8200
Segunda à sexta 6:30h às 17h.
Sábado 6:30h às 13h.
Diretor Técnico Laboratorial : Dr. Josemar Fonseca - CRF 1290.
Diretora Técnica SEIMI: Dra. Ceuci Nunes - CREMEB 8876 - RQE 3124
Diretor Técnico Imagem : Dr. Valter Ribeiro - CREMEB 23543 - RQE 14979.
Diretora Operacional : Dra. Vanda Regina de Oliveira Baqueiro - CRF 1987
2021 - 2022. Labchecap. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte a nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Google Fonts
Necessário
Google Maps
Necessário

Os plugins são usados ​​para rastrear visitantes em websites. A intenção é exibir anúncios relevantes e atraentes para o usuário individual e, portanto, mais valiosos para editores e anunciantes terceirizados.

Bloquear / Ativar
Facebook Pixel
Recomendado