Notícias

17h16

Câncer de próstata pode ser evitado, afirma urologista

Compartilhe
Tamanho do Texto
Câncer de próstata pode ser evitado, afirma urologista

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Brasil, o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não-melanoma). Em valores absolutos e considerando ambos os sexos, é o segundo tipo mais comum.

O mês de novembro é dedicado não só ao alerta quanto ao diagnóstico precoce e prevenção do câncer de próstata, mas também a conscientização da importância de exames de rotina e cuidados com a saúde do homem. De acordo com o urologista Gabriel Atta (CRMBA-6767), existem casos de câncer descritos em pacientes com menos de 40 anos.

“Principalmente na Bahia e em Pernambuco, os hospitais de câncer têm os maiores índices de amputação peniana. Uma doença totalmente evitável. Primeiro evita-se operando a fimose no tempo devido – fimose é a impossibilidade de mostrar completamente a glande. Segundo é ensinar as pessoas a lavar o pênis adequadamente, são esses dois itens que causam o câncer de pênis: fimose e limpeza inadequada, o terceiro item seria o vírus do HPV”, afirma o médico.

Vacina contra o HPV para homens

De acordo com a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), os vírus HPV são encontrados na região da vagina, ânus, pênis, bolsa escrotal e mãos. A transmissão se dá pelo contato da pele ou mucosa com a área infectada, o que é mais frequente durante a prática do sexo, mesmo sem penetração. Na maioria das vezes, os sintomas podem nunca aparecer ou só surgir meses ou anos após a infecção, e isso torna difícil saber quando ela aconteceu.

Dr. Gabriel Atta elucida que o vírus pode ser combatido com a vacinação precoce. “A vacinação é focada no câncer de colo uterino das mulheres, mas ela também auxilia no câncer de pênis e provavelmente em outros tipos de câncer: próstata, ânus, boca e cânceres mais difíceis de diagnosticar, porque o vírus do HPV é essencialmente cancerígeno. Os três tipos de vacina são extremamente eficazes, vale a pena se vacinar principalmente na adolescência”.

Qual seria o exame padrão ouro para diagnóstico do câncer de próstata?

Antes da biópsia, o médico recomenda a Ressonância Magnética Nuclear da Próstata. “Um exame de imagem que usa um contraste radioativo que emite uma pequena quantidade de radiação, inofensiva ao corpo humano, mas que consegue detectar alterações prostáticas nas imagens.

Quando essa concentração radioativa é maior, este local é de preferencia para realização da biópsia. Se a ressonância coincide com um achado de toque retal, fica mais preciso ainda. Aonde a ressonância mostra uma alteração do contraste, é justamente onde o toque retal mostra uma alteração de textura, o que reforça que o diagnóstico pode ser um câncer de próstata”, finaliza.

A detecção precoce possibilita melhores chances de tratamento

Segundo o INCA, o diagnóstico precoce do câncer de próstata possibilita melhores resultados no tratamento e deve ser buscado com a investigação de sinais e sintomas como dificuldade de urinar; diminuição do jato de urina; necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite; sangue na urina. Na maior parte das vezes, esses sintomas não são causados por câncer, mas é importante que eles sejam investigados por um urologista.

Esquema Vacinal para Homens (Vacina contra o HPV)

De acordo com a médica infectologista do Labchecap, Doutora Giovanna Orrico, os homens a partir de 9 anos de idade podem ser vacinados.

  • Menores de 15 anos = aplicar 2 doses com intervalo de 6 meses.
  • Para adolescentes acima de 15 anos = aplicar 3 doses (0,1 e 6 meses).

A médica ainda reforça que a vacina contra o HPV tem importância global na saúde. “Não só pela prevenção da saúde da população masculina (prevenção de câncer) e verrugas genitais, mas também na diminuição do risco de transmissão para as parceiras ou parceiros sexuais. A proteção do homem é fundamental para ‘frear’ a cadeia de transmissão”, finaliza.

Siga o Labchecap nas redes sociais
Deseja marcar seus exames e/ou vacinas?
Clique no botão ao lado.
Certificações e Acreditações
Controllab
Controllab
PNCQ
PNCQ
PALC
PALC
Sistema Nacional de Acreditação DICQ
Sistema Nacional de Acreditação DICQ
ISO 9001
ISO 9001
Call center
Salvador e região metropolitana: 71 3345.8200
Segunda à sexta 6:30h às 19h.
Sábado 6:30h às 17h
Feira de Santana e Alagoinhas 4020.8880
Segunda à sexta 6:30h às 19h.
Sábado 6:30h às 17h
Call center domiciliar: 71 3345.8200
Segunda à sexta 6:30h às 17h.
Sábado 6:30h às 16h.
Diretor Técnico Laboratorial : Dr. Josemar Fonseca - CRF 1290.
Diretora Técnica SEIMI: Dra. Ceuci Nunes - CREMEB 8876.
Diretor Técnico Imagem: Dr. Lucas da Gama Lobo - CRM 16202.
Diretora Operacional : Dra. Vanda Regina de Oliveira Baqueiro - CRF 1987
2021. Labchecap. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte a nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Google Fonts
Necessário
Google Maps
Necessário

Os plugins são usados ​​para rastrear visitantes em websites. A intenção é exibir anúncios relevantes e atraentes para o usuário individual e, portanto, mais valiosos para editores e anunciantes terceirizados.

Bloquear / Ativar
Facebook Pixel
Recomendado